11° Vicentina, Curitiba/PR – Ocupação do espaço público e incentivo ao comércio de rua

Fotografia Gilson Camargo

O conceito de economia criativa se consolida em Curitiba em eventos que acontecem nas ruas, promovem a confraternização e geram negócios.

O Vicentina mistura arte, lazer e consumo. Em sua décima primeira edição conta com diversas atrações musicais, performance, debates, e acontece na avenida Vicente Machado, em Curitiba/PR, entre as ruas Presidente Taunay e Desembargador Motta. Marcas, designers e artistas expõe e comercializam moda, design, acessórios, livros, arte e muito mais, exercendo o conceito de economia criativa, valorizando a produção local, e trazendo uma série de benefícios como, por exemplo, a geração de renda na comunidade.

Segundo o designer Roberto Arad, idealizador do Vicentina, o evento é uma boa oportunidade para a troca de informações e a realização de negócios. “Nossos parceiros foram selecionados segundo critérios bem definidos, que são qualidade, design, inovação e preços justos.”

O encontro é também uma ótima oportunidade para conhecer pessoas, confraternizar ou simplesmente se divertir. A programação desta edição do Vicentina teve, além da exposição e venda de produtos, pocket-shows musicais dentro e em frente às lojas Arad, Abbey Road, Pizza, What a Fuck, Meat Pack, Don Kebab, Rei da Barba, Ateliê Luis Lopes, e +55.

Além dos parceiros realizadores, esta edição do evento contou com o apoio da Agência Cupola, Ontwerp, Zeropila Produções, Monstro Animal, She is Dead, Luma Produções e Band Tripper.

11ª edição do Vicentina traz moda e cultura para a cidade
http://expressocultural.com/11a-edicao-do-vicentina-traz-moda-e-cultura-para-a-cidade/

Nos dias 5 e 6 de dezembro de 2015, Curitiba recebeu a 11ª edição do Vicentina, festival que reúne moda, design, arte, música e gastronomia locais em uma das ruas mais conhecidas da cidade, a Avenida Vicente Machado. O evento é um convite para que os curitibanos conheçam o que há de melhor na cena criativa local. Durante esses dois dias, estabelecimentos abrem suas portas para mostrar ao público o que está sendo produzido na cidade.

O festival tem o objetivo de divulgar a produção de designers, estilistas, artistas e músicos locais por meio de uma experiência de consumo cultural. “O evento ganhou relevância e ficou popular entre um grupo, que cresceu. Ele é um bom veículo de divulgação da cultura de moda e design da nossa cidade, sem falar nas outras atividades artísticas e musicais. É muito importante mostrar o valor da nossa criação e dos nossos criadores”, destaca Roberto Arad, que oferece em sua loja um espaço para novos designers, artistas e marcas locais exporem e comercializarem seus produtos. Participam marcas como Apuê, Feito a Mãe, Midalia, Moi Lingerie, Boreallis, Noiga, Yë, Sapatilha Colorida, Many Many, e W. Ritzdorf.

Dividindo-se em horários específicos, cada estabelecimento trouxe apresentações culturais, que variaram desde o reggae do Mestredalma, passando pelo rock alternativo do She is Dead, bandas como Nomad Magush, Os Capivaras, Watch Out For the Hounds, Samuríndios, os dj´s Hugo Miyamara, Guilherme Silvério e Schasko, o rap de Luis Cilho e Ant, até a música barroca.

Simultaneamente ao 11° Vicentina, ocorreu o 2° Festival Vaga Viva Curitiba, que transformou em espaços de convivência as vagas de estacionamento da Avenida Vicente Machado, com bancos, mesas, mobiliários, e atividades lúdicas e criativas como rodas de conversa, oficinas de artes e performances.

Link para a documentação fotográfica do Vaga Viva, por Doug Oliveira, publicada em www.cicloativismo.com/2015/12/07/2o-festival-vagavivacuritiba-na-vicentina/

O Vicentina e o Festival Vaga Viva são um convite para a reflexão sobre o atual uso do espaço urbano, tornando-o mais democrático através da ocupação temporária de ruas, calçadas e vagas de estacionamento, incentivando a interação dos moradores com sua cidade, a discussão e a criação de novos espaços públicos de convívio.

Fotos: Gilson Camargo

Em 14 de dezembro de 2015 por Gilson Camargo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *