Sustento – Coletivo Kókir – Farol Galeria de Arte e Ação

2016-10-07-12-33-08Da esquerda para a direita: Geraldino Kaingang, Tadeu dos Santos, Sheila Souza, Margit Leisner e Ubirajara Salles Zoccoli.

O Coletivo Kókir apresentou Sustento/Voracidade, trabalho que estabelece um diálogo entre arte contemporânea, cultura material e cidade. Apresentado simultaneamente em dois espaços expositivos de Curitiba, o Museu Paranaense e a Galeria Farol Arte e Ação (de 2 a 25/08/2016), o projeto trouxe obras realizadas com os Kaingang da Terra Indígena Ivaí, situada no interior do Paraná.

2016-10-07-12-32-02

O Coletivo Kókir é formado por Sheila Souza e Tadeu dos Santos e desenvolve ações em conjunto com os Kainkang da ASSINDI Maringá, no estado do Paraná.

2016-10-07-12-31-35

Veja o catálogo da exposição Sustento/Voracidade, com o descrição das obras apresentadas, em arquivo PDF.

_dsc0381

Assista o depoimento em kaingang do professor Florêncio Rekayg Fernandes, primeiro indígena paranaense com mestrado em Educação, sobre a exposição Sustento, na Galeria Farol, em Curitiba.

Eu sou o professor Florêncio e vou falar um pouco sobre estes trabalhos dos parentes Kaingang. Este trabalho valoriza muito as cores, os símbolos do povo Kaingang, as marcas tradicionais Kainru e Kamé, que são próprias do povo Kaingang e que demonstram a origem de onde eles saíram.

Também valoriza o artesão indígena, que tanto luta para se manter nas grandes cidades e o desenvolvimento de como eles estão trabalhando esta questão do artesanato, visto que este material é de uma outra matéria-prima que não o próprio bambu, porque o bambu em algumas aldeias está se acabando. Então, isso demonstra que o índio também está se aprimorando e está buscando outros meios para poder manter a sua cultura e manter o artesanato para subsistência.

Florêncio Rekayg Fernandes

2016-10-07-12-32-36Florêncio Rekayg Fernandes, Margit Leisner, Romancil Kretã e Talia Carolina Kretã.

Conheça a página da Galeria Farol Arte e Ação.

Em 7 de outubro de 2016 por Gilson Camargo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *